A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tam pouco a sociedade muda" Paulo Freire "

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

VISITA À BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ

         A Biblioteca Pública do Paraná está localizada na Rua Cândido Lopes, 133 – Centro  de Curitiba, funciona  de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 20h e aos sábados das 8h30 às 13h.
            O acervo reúne cerca de 400 mil livros, além de periódicos, fotografias, mapas, cartazes e materiais de multimeios e multimídia, é uma das bibliotecas públicas mais visitadas do país, atende em média 3 mil usuários/dia e cerca de 2 mil empréstimos diários de livros.
A catalogação das salas segue uma numeração padrão internacional para diversos tipos de assuntos, a BPP utiliza o software Pergamum,o mesmo utilizado por Universidades, como por exemplo a PUC PR.
       A BPP faz empréstimos e doações para empresas, penitenciárias e escolas, principalmente para escolas municipais de Curitiba, tudo isso através de ofícios.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Memorial unidades 4 e 5 Modulo 10 - Teorias da Comunicação


Comunicação Mídia, Sociedade e Educação.


A linguagem é uma forma de comunicação, construída de forma simbólica, entre os seres humanos e, por meio dela, são capazes de expressar seus valores, suas crenças, opiniões, etc. Tratando-se da mídia, esta por sua vez consegue manipular a comunicação, transformando-a, fazendo com que as pessoas interprete de uma maneira diferente, por isso seu poder de persuasão.
Quando a escrita passou a ser organizada em documentos escritos, um avanço acontece: a capacidade de registrar, marcar, memorizar, etc. Ao tratar dos progressos da memória escrita, aparece a imprensa como fator que revoluciona a memória.
A maior revolução da memória está no século XX, com o aparecimento da espetacular memória eletrônica.
A sociedade é dependente da mídia, que por sua vez, atende aos seus interesses, se comunica de forma a prender a atenção do seu ouvinte, ou seja seu consumidor. A comunicação controladora é uma maneira de sobrevivência da própria mídia que estimula a sociedade a se sentir dependente, quando falamos, por exemplo, da mídia de consumo.
Entretanto, não podemos observar apenas o lado negativo da mídia, tendo em vista que ela é responsável pela evolução da sociedade, independente de distância geográfica.
Quanto à educação, é impossível não reconhecermos sua relação com a mídia. A sociedade atual, da informação, da informatização, da modernidade, demanda o uso da mídia. Uma pessoa, ao interagir com uma máquina ou com outra pessoa, aprende. Nesse sentido, cabe ao professor avaliar até que ponto o equipamento ou a mídia que pretende utilizar em sua aula irá auxiliá-lo.
Deve também, ficar atento às dimensões que podem ser abordadas ao trabalhar com a mídia, transformando-a em sua aliada, ao invés de uma vilã.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Aula do dia 23/07/2011 - Profuncionário - Módulo 7 - Elaboração de Dados através de Gráficos


Nesta aula, fizemos levantamento de dados estatísticos das Escolas pesquisadas na PPS 6, meu trio foi Janete, Ana Priscila e Eduardo. Elaboramos um gráfico com os dados, para apresentação na aula do dia 30/07/2011, onde será sintetizado a apresentação de todos os grupos, para a elaboração da questão 1 da PPS 7.
O trabalho em grupo foi participativo, a princípio não havíamos entendido o “X” da questão, mas depois com ajuda de um colega de classe, deslanchamos.




















































































































 

Memorial da aula do dia 02/07/2011 - Módulo 7 - Profuncionário - Multimeios Didáticos

Nesta aula assistimos o filme "Piratas da Informática", filme muito bom, e incentivador para quem busca algo a mais na vida profissional e para a sociedade.
Segue resumo:


Em 1960, estudantes faziam manifestações em um agitado campus universitário, dentre eles estavam Steve Jobs e Steve Wozniak, embora não acreditassem nesta tentativa de revolução, e sim na revolução através da informática.
Steve Wozniak era o criador e Jobs o promotor das ideias do colega, fundando assim mais tarde a APPLE.
Em outra localidade estão mais dois jovens, estudantes de eletrônica: Bill Gates e Paul Allen, tinha a mesma linha de raciocínio dos rapazes citados anteriormente. Ao saberem que alguém criou o primeiro computador do mundo o “Altair”, estes dois abandonaram os estudos e partiram atrás do criador deste computador, para lhe darem vida, ou seja vender um sistema operacional.
Assim se dá o início das empresas de Bill Gates com a Microsoft e de Steve Jobs com a APPLE.
Este filme mostra bem a busca pelos objetivos, pois todos envolvidos pesquisavam, estudavam em cima do que já havia sido descoberto por outros, ou seja uma forma de pirataria, os transformaria mais tarde nos reis no ramo da informática, despontando da Califórnia para o mundo.
Queriam fazer assim como o uso da geladeira, fogão e televisor, algo acessível ao uso doméstico, sonhavam com pessoas usando seus próprios PC'S, em casa, ou seja queriam incluir a informática no cotidiano.
Desde muito tempo atrás, este objetivo foi alcançado, hoje muito mais que ontem e amanhã bem mais que hoje, apesar de parecer já revolucionário, é uma área que ainda tem muito a desenvolver, enriquecendo assim cada vez mais a máquina destes empreendedores, e muitos que a envolvem.
Muita esperteza por trás do sucesso, os fundadores visionários patentearam boas idéias de pessoas não conhecidas.
A APPLE segue sem seu sócio fundador Steve Wozniak, que deixou a Apple definitivamente em 6 de Fevereiro de 1985, nove anos após ter fundado a companhia.
Steve Wozniak recebeu a Medalha Nacional de Tecnologia e Inovação em 1985.
Após deixar a Apple, Woz forneceu todo o dinheiro, além de uma boa parte de suporte técnico, para a escola do distrito de Los Gatos. Em 2001, Woz fundou a empresa Wheels Of Zeus, uma companhia que produz soluções sem fio.
Já a Allen afastou-se da Microsoft em 1983 quando lhe foi diagnosticado que sofria de um raro tipo de Câncer. Após um tratamento de radioterapia e um transplante de medula óssea venceu a doença e passou a dedicar-se a investimentos nas áreas de esporte.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

MEMORIAL DA AULA DO DIA 28/05/2011 MÓDULO 6 - GESTÃO DEMOCRÁTICA


Nesta aula assistimos o vídeo do Módulo 6 que fala sobre Gestão Democrática, e ao decorrer da aula fiz algumas anotações sobre as manifestações da nossa turma, que seguem:

O Curso Prófuncionário é um curso com o princípio de passar como funciona a Gestão Democrática, que nem tudo que é imposto deve ser aceito, sem antes ser exposto aos interessados, discutido até que se chegue a um censo comum.
Quando os diretores são escolhidos através das eleições, são eleitos porque, são os mais “queridos” entre os alunos, os mais “populares”, mais “legais”, mas enfim, não quer dizer que serão os melhores, se tratando da administração de uma Instituição Pública.
Falando sobre democratização à nível nacional sobre educação, percebemos que o ENEM, PROUNI, FIES, etc, são formas do Governo se justificar, ofertando bolsas para ingressar na Faculdade, pois sabem que o Ensino Básico Público deixa a desejar.
Não deixa de ser uma forma de democracia, pois permite o acesso da maioria da nação, a ter uma graduação, muitos se beneficiam através destes programas, porém estes alunos oriundos de Escolas Públicas, são estudantes de Faculdades particulares, um sistema democrático, porém invertido.
A Educação Básica, hoje, infelizmente está voltada ao IDEB, a um ranking, que prepara os alunos em geral para obter uma média e não com a necessidade do indivíduo em si.

Após vários comentários, estudamos dois textos, num deles o que mais me chamou à atenção foi a seguinte frase:

O conceito vigente de flexibilização das estruturas, pode ajudar a construir um novo princípio organizador para a Escola, menos rígido e autoritário e mais centrado na resolução de problemas autênticos e comuns.”

Ao meu entender é que cada Escola, ou cada região, deve se preocupar em sanar os problemas existentes, dentro de cada realidade, não se prendendo tanto por exemplo ao PPP, que é uma forma autoritária e burocrática de ter parâmetros e alternativas para resoluções de problemas, pois a solução dos mesmos com certeza não estão descritos em algumas linhas, pois cada caso que acontece, é um caso, não podendo se ter em documentos a solução para o dia a dia da Escola.

PPP – Projeto Político Pedagógico: Documentação da Sistematização Democrática, fruto da Gestão Democrática.



MEMORIAL DA AULA DO DIA 21/05/2011 MÓDULO 6 - FORMAS DE DEMOCRACIA


Esta aula foi dirigida, pela estagiária do curso de Pedagogia, da Faculdade Bagozzi, Marcinéia.
Fizemos dinâmica para a turma se conhecer melhor, pois já se passaram alguns meses de curso, e até então, mal sabemos o nome de cada um, o que faz, em qual Instituição trabalha, etc.
Foi passado um texto de José Carlos Libâneo, sobre as formas de Democracia, fizemos atividades, sobre algumas situações para identificarmos, qual sistema de democracia pertencia, tal situação.
Fizemos um texto sobre, o que cada um acha o que é Gestão Democrática.

Segue as formas de Democracia:

  • Técnico Científica: Função Direcionada, Poder Centralizador, Ênfase na Administração, Foco nas tarefas.
  • Auto Gestionária: Coletividade, Relações Internas, Decisões Coletivas, porém há muita crença no poder.
  • Democática: Bem Comum, Igualdade nas Decisões, Igualdade em participação Externa.
Identifiquei que não dá para afirmar, que cada Escola possui um único tipo de Democracia, pois dependendo dos fatos há necessidade de fazer um tipo de Democracia, às vezes não se pode abrir, expor tanto uma situação, pois muitas vezes não convém para o aluno, nem para a Escola, e outras já é necessário ter a participação coletiva.




terça-feira, 17 de maio de 2011

MEMORIAL DA AULA DO DIA 14/05/2011 - MÓDULO 5 SÍNTESE SOBRE AS APRESENTAÇÕES


  • REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
Com a descoberta da eletricidade, mudanças profundas afetaram os meios de produção humanos, pois se passou a usar máquina nas indústrias deixando assim o serviço braçal de lado, contratando pessoas somente para comandar as máquinas, afetando com isso a sobrevivência econômica e social de muitas famílias.
A industrialização trouxe consigo alguns benefícios também como a contribuição para o fim da escravidão, pois o mercado precisava de desenvolvimento e de gente para comprar, como os escravos não eram assalariados não contribuíam para esse desenvolvimento, trouxe também o desenvolvimento urbano, consolidando o capitalismo, aumentando de forma eficaz e rápida a produtividade do trabalho, originando com isso novos comportamentos sociais e novos modelos políticos, modificando a visão do mundo.
Não tem como negar que a Revolução industrial trouxe prejuízos, mas também inúmeros benefícios e ainda hoje é possível sentir reflexos dessa revolução, pois um dos maiores desequilíbrios que enfrentamos hoje em dia é o Aquecimento Global.
  • REVOLUÇÃO FRANCESA
A Revolução Francesa é considerada o mais importante acontecimento da história contemporânea. Inspirada pelos ideias iluministas, a sublevação de lema "Liberdade, Igualdade, Fraternidade" ecoou em todo mundo, pondo abaixo regimes absolutistas e ascendendo os valores burgueses. A Revolução Francesa é lembrada até hoje, pois foi o marco como movimentos por melhorias, conhecidos como greves.
  • DURKHEIN
Para Durkhein a sociedade era algo que estava fora e dentro do homem ao mesmo tempo, graças ao que se adotava de valores e princípios morais;
As pessoas se educam influenciadas pelos valores da sociedade onde vivem; A sociedade está estruturada em pilares, que se manifestam através de expressões.
Divisão do trabalho social: numa sociedade cada indivíduo deve exercer uma função específica, seguindo direitos e deveres, em busca da solidariedade social. Desta forma, pode-se chegar ao progresso e avanço para todos.
  • MARX
O pensamento marxista alega que o materialismo dialético seria uma das molas propulsoras fundamentais que alimentam as transformações históricas. Dessa forma, no momento em que um sistema econômico passa a expor os seus problemas e contradições, os homens passam a refletir e lutar por novas formas de ordenação que possam se adequar às novas demandas.
Pensando estrategicamente as contradições do capitalismo, Marx e Engels defendiam que a superação definitiva de tal sistema seria alcançada por uma sociedade sem classes. Contudo, para que isso fosse possível, os trabalhadores deveriam conduzir um processo revolucionário incumbido da missão de colocar a si mesmos frente ao Estado, com a instalação de uma ditadura do proletariado.
Esse regime ditatorial teria a função de assumir os meios de produção e socializar igualmente as riquezas. Dessa forma, seriam dados os primeiros passos para o alcance de uma sociedade igualitária. Na medida em que essa situação de igualdade fosse aprimorada, o governo proletário cederia lugar para uma sociedade comunista onde o Estado e as propriedades seriam finalmente extintas. 


  • DEWEY
John Dewey, filósofo norte-americano que influenciou educadores de várias partes do mundo. No Brasil inspirou o movimento da Escola Nova, liderado por Anísio Teixeira, ao colocar a atividade prática e a democracia como importantes ingredientes da educação.
O princípio é que os alunos aprendem melhor realizando tarefas associadas aos conteúdos ensinados. Atividades manuais e criativas ganharam destaque no currículo e as crianças passaram a ser estimuladas a experimentar e pensar por si mesmas.
Nesse contexto, a democracia ganha peso, por ser a ordem política que permite o maior desenvolvimento dos indivíduos, no papel de decidir em conjunto o destino do grupo a que pertencem. Dewey defendia a democracia não só no campo institucional mas também no interior das escolas.
ANÍSIO TEIXEIRA
Anísio Teixeira foi um grande educador brasileiro, onde na década de 20, optou pela educação, mesmo não estando bem estruturada em nosso país.
Mesmo assim dotou-a de toda sua experiência da área jurídica, religiosa, política e literária.
O que tornou a carreira de Anídio admirável, jfoi a persistência na defesa por uma Escola Pública igualitária, justa e de qualidade.
  • ALTHUSSER
Althusser vê no sistema social certos dispositivos que, ao serem acionados, tendem a manter as classes dominantes no Poder. Os chamados aparelhos ideológicos de Estado têm como finalidade manter e gerar a reprodução social.
Como esses dispositivos são ideológicos, ocorre então uma sujeição do sujeito a essas ideologias; o sujeito que é submetido a essa sujeição não percebe que está sendo sujeitado, pois essas ideologias são constituídas por crenças que o faz aceitar que as estruturas sociais existentes são boas, necessárias e desejáveis.
Agora, na modernidade, a escola assumiu o papel de aparelho ideológico dominante, e como a permanência histórica da sociedade capitalista depende da reprodução de seus componentes econômicos, como a força de trabalho e os meios de produção para o giro do capital, os Aparelhos Ideológicos de Estado têm como sua força principal a escola, pois é nela que o sujeito permanecerá a melhor parte de sua vida formativa.
A escola tornou-se um mecanismo e instituição encarregada de garantir que o sistema dominante não seja contestado, e se algo sair de errado (manifestações, badernas, etc.) surgirá uma das forças que constituem o Aparelho Repressor de Estado – como a polícia.
  • GRAMSCI
No pensamento social de Gramsci, o espaço em que a luta de classes ocorre é o da cultura, e tal luta é uma luta principalmente ideológica.Para Gramsci, o mais importante no desenvolvimento de uma revolução proletária (objetivo do pensamento revolucionário marxista) é se estabelecer uma revolução cultural, a qual ao mudar todo o sistema de crenças, valores e tradições de um povo, muda sua própria forma de pensar e traz até mesmo para as antigas elites conservadoras o modo de pensar da classe trabalhadora.







COMO FOI A REALIZAÇÃO DESTE TRABALHO?
A realização deste trabalho, foi um tanto diferente, pois tivemos que filmar um “programa” sobre o assunto de nosso grupo, no caso Anisio Teixeira.
Ficar diante de uma câmera, realmente não é fácil, embora, achei bem melhor do que ter que expor pessoalmente aos colegas.
Mas no bloco técnico com certeza este procedimento sairá melhor, pois teremos mais conhecimentos de como filmar, para que fique melhor.
A interação com os componentes do grupo foi boa, pude conhece-los melhor e trocar idéias de como seria elaborada a apresentação.

DIFUCULDADES, SENTIMENTOS, CONHECIMENTO, CONQUISTAS
As dificuldades, como dito na resposta anterior, realmente foi a falta de conhecimento em relação aos equipamentos e montagem do vídeo, porque uma coisa é montar um vídeo caseiro, de família, amigos, etc, outra bem diferente é montar um vídeo para uma apresentação de trabalho.
Em relação ao sentimento, foi de insegurança, em saber se iria atingir as expectativas, de ao menos, repassar bem sobre o tema, tendo que contar com um bom áudio, que nem no meu grupo nem dos colegas foi possível, o que dificultou nas anotações para o memorial e para o próprio conhecimento.
Já falando em conhecimento, o que eu pude captar bem sem dúvida nenhuma, foi sobre Anísio Teixeira, pois tivemos que estudar sobre este Educador, já dos outras apresentações nem tanto, ficou pelo menos para mim, bem difícil de entender, devido ao som, vídeo e demais recursos, alguns menos outros mais.
Mas enfim, foi divertido ver a criatividade de cada equipe, podendo ser considerada conquista, de ter que expor o conteúdo de uma forma diferente, ter que deixar a timidez de lado, e também cada grupo para apresentar teve que adquir conhecimentos, que sempre é muito importante.

REFLETIR SOBRE O USO DO VÍDEO SEM A INTERAÇÃO NA EDUCAÇÃO
O uso do vídeo para apresentações em geral, é muito útil, desde que seja objetivo, pois se não torna-se cansativo.

MEMORIAL DA AULA DO DIA 30/04/2011 - MÓDULO 5 1º DE MAIO - DIA DO TRABALHO


COMO VOCÊ VÊ O DIA DO TRABALHO?

É uma data de lutas e conquistas, um dia dedicado praticamente a toda nação, significa lembrar que somos uma classe e temos nossos direitos e deveres.

POR QUE INSTITUIU-SE O DIA DO TRABALHO? O QUE REFLETE NOS DIAS DE HOJE?
O que se comemora em primeiro de maio e em quase todos os países do mundo é o Dia do Trabalho, dia 1º de maio de 1889, militantes anarco-sindicalistas que se manifestavam a favor da jornada de trabalho de oito horas foram executados nas ruas de Chicago. A partir do ano seguinte, por iniciativa da central sindical conhecida como Segunda Internacional, instituiu-se esse dia como data máxima dos trabalhadores organizados.
Nos dias de hoje, reflete ao meu ver, um manifesto liderado por sindicatos de várias classes, para protestar por melhoras e para atrair os trabalhadores para estes manifestos, oferece-se shows de famosos gratuitamente e sorteio de prêmios valiosos.
Mas se não tivesse estes atrativos, será que haveria tantos trabalhadores reunidos em praça pública neste dia?
Mas enfim serve no geral como um dia de descanso para a maioria da nação mundial.


sexta-feira, 29 de abril de 2011

MEMORIAL DO FILME “ILHA DAS FLORES”. AULA DO DIA 16/04/2011 MÓDULO 5

Bem, esta aula assistimos um video sobre o módulo,  falamos sobre a PPS, e também sobre a visita que faremos a Aldeia no próximo dia 07/05.
      Mas o resumo desta aula é sobre um curta metragem: Ilha das Flores.
      É um filme com cerca de 10 minutos de duração, porém com muitas informações importantes e atuais, apesar deste filme ser de aproximadamente 22 anos atrás, ou seja todos os problemas sociais apresentados continuam a existir, e pior de tudo, cada vez maior e mais evidente, e nada é feito, a não ser “Cobrir o Sol com a Peneira”, com programas sociais baratos.
      Enfim este filme mostra todo o ciclo, de quem trabalha, troca seu dinheiro por suas necessidades básicas materiais, e o que não é aproveitado por uma classe, é aproveitada por outra ou seja “restos”, que conforme o filme, muitas vezes nem os donos de criações de animais, reaproveitam para lavagem.
      O nome do filme se dá, pelo fato de que Ilha das Flores é um depósito de detritos, onde é feita uma classificação, pelo dono da propriedade para ver o que é próprio para suas criações, e o que não é , é colocado à disposição de um grupo de pessoas, sendo que cada grupo tem 10 minutos, para  “aproveitar” as sobras, que podem sair da minha casa, da sua, da do vizinho, etc.
      Um absurdo isso ser realidade, mas é cotidiano, um exemplo a ser dado, é no próprio CEASA, onde o que não é bom para alguns comprarem, é bom para outros aproveitarem de graça.
      A Fome, a Exclusão Social, entre outros tópicos, sempre apresentados como carros chefes de  campanhas políticas, mas pelo jeito só mascaram os problemas, e as próprias pessoas que passam por isso, são obrigadas a se sujeitarem aos programas sociais e se conformarem (ou acomodarem), com os programas oferecidos pelo governo, sendo que toda nós que somos a sociedade independente da  classe social, deveríamos exigir, fazer valer nossos direitos, exigir mais, pois sabemos que é gasto verba com tanta outras coisas desnecessárias e o que é primordial fica esquecido, e como prova disto é este filme com duas décadas de existência e ao mesmo tempo tão atual.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

MÓDULO 5 - MEMORIAL DO FILME “O CONTADOR DE HISTÓRIAS”. AULA DO DIA 09/04/2011

    Nesta aula, nossa turma uniu-se a turma da tutora Amélia para assistirmos o Filme “O Contador de Histórias”, um filme na minha opnião, bem forte e chocante o modo com que Roberto é tratado pela vida.
      Duas partes que  me impressionaram bastante, até mesmo pelo fato de ser mãe e trabalhar com crianças da mesma faixa etária de Roberto.
      A primeira foi quando a mãe o deixa na Instituição, e ele chora pedindo por ela, mal sabendo que seria seu destino ficar  ali.
      A segunda foi quando Roberto foi abusado sexualmente por seus colegas, e tem vontade de morrer, e até procura pela morte, porém não era sua hora. Ver todo o sofrimento e saber que não tinha ninguém por ele, ninguém da família para socorre-lo.
      Então teve que se apegar aos simples gestos de educação que Margherit teve com ele, alguém que lhe deu um pouquinho de atenção, o fez lembrar que poderia ser salvo, ou seja, não foi nenhum amor profundo, até então, nenhum laço nem mesmo de carinho que o fez procurá-la e sim, uma simples pessoa que lhe tratou um pouco melhor do que era acostumado a ser tratado diariamente.
      Estava tão carente que qualquer ato um pouquinho melhor do que costumava receber lhe servia, naquele momento se contentava com o mínimo que as pessoas podem ter umas pelas outras que é o respeito, o que deveria ser cotidiano, tornou o diferencial para sua sobrevivência.
Histórias como a de Roberto são difíceis ter o desfecho que teve, são raríssimos os casos que tem a oportunidade que ele teve e do modo como foi tratado pela Educadora, prova disto é a reportagem de 15/04/2011 do site www.g1.com.br, acesse o link (ou copie e cole na barra): http://g1.globo.com/vestibular-e-educacao/noticia/2011/04/unica-adolescente-da-fundacao-casa-fazer-faculdade-esconde-condicao.html

Segue relatório:

      Nos anos 70 em Minas Gerais, um garoto de seis anos chamado Roberto, morador de uma favela em Belo Horizonte, foi “escolhido” pela mãe, dentre os 9 irmãos para frequentar uma instituição (FEBEM), que o formaria para grandes profissões, como médico, engenheiro, advogado, etc, conforme prometido em propaganda na TV.
     No dia da matrícula Roberto imaginou que seria uma coisa muito boa, uma vez que foi o único escolhido dentre os irmãos para a oportunidade.
     A realidade se reveloum bem diferente para o menino, que até então, apesar de toda dificuldade e precariedade era criado por sua família.
     Já dentro da FEBEM, teve muita dificuldade  em ser alfabetizado, aprendeu as leis da sobrevivência da instituição: sendo avaliado por psicólogas, logo as profissionais perceberam que o menino não rendia o esperado para sua idade escolar, então para amenizar a situação, ofereciam-lhe um biscoito, ou seja na cabecinha dele um problema de aprendizado rendia um biscoito, falar palavrão lhe rendia um pouco de respeito e moral com os colegas, fingir doença, uma porção a mais de comida, e assim por diante.
     Na adolescência, Roberto muda de grupo, onde as leis são ainda mais duras, e incluem violência,castigos e uma desilução total de mudança de vida.
     Roberto e alguns internos logo descobrem o caminho de fuga para as ruas, conhecem as drogas e os pequenos delitos. Em busca de segurança, Roberto tenta associar-se a um grupo ainda mais violento, onde para participar do grupo era necessário passar por vários testes, inclusive sofrer abuso sexual, pelos próprios integrantes do grupo.
     Aos 13 anos, ainda analfabeto, depois de  muitas tentativas de fuga e sempre retornando a Instituição, Roberto se considera irrecuperável.
     Uma pedagoga francesa chamada Margherit, visita a instituição para realizar uma pesquisa para faculdade, aproxima-se de Roberto, sempre com muita educação, ao contrário dele, que muitas vezes é arredio, porém gostava do modo como era tratado por ela.
     Margherit apesar de decepcionar-se algumas vezes durante sua pesquisa com Roberto, não desiste, e com muito custo e esforço o alfabetiza, lhe dá atenção e carinho, o que sempre lhe faltou, então ele encontra nela, uma esperança, uma luz no fim do túnel.
     Ela não o abandona, mesmo quando conclui seu trabalho e tem que voltar para a França. Leva-o consigo e mesmo sendo só os dois, cria laços e lhe dá toda uma  estrutura física, emocional e financeira que a família biológica não teve condições de oferecer.
Torna-o Professor Pedagogo, e depois de formado Roberto resolve voltar ao Brasil, para rever sua mãe e trabalhar.
     Hoje Roberto é considerado um dos melhores contadores de história do mundo. Por coincidência ou ironia do destino voltou à instituição em que cresceu, mas como professor.
     E já adotou mais de 20 meninos de rua, muitos, de início, ‘irrecuperáveis’, como ele foi. 

MÓDULO 4 - MEMORIAL DA AULA IN LOCO DIA 02/04/2011, EXPOSIÇÃO SHOPPING PALLADIUM “O CORPO HUMANO” -


      Ao meu ver quando o aluno percebe que hábitos saudáveis o ajuda a viver melhor, sem dúvida, ele estará motivado a colocá-lo em prática com regularidade.
      Em relação a atividade desempenhada no sábado, deu para ter uma boa ideia de como funciona nosso organismo, que cada  parte se não funciona bem, pode “condenar” o funcionamento como um todo.
      A exemplo da alimentação escolar, ainda está bem longe das crianças se alimentarem adequadamente, pois muitas escolas possuem cantina comercial, oferecendo, mesmo que proibidos, balas, salgadinhos, sucos industrializados, etc.
      A merenda oferecida aos alunos, procura-se fazer uma alimentação que seja balanceada e agrade às criança, porém nós que trabalhamos dentro da escola, sabemos que nem sempre isso é possível devido a falta de recursos.
      Mas se tudo funcionasse bem, uma alimentação saudável, ajuda muito aos alunos a terem um melhor rendimento, uma melhor atenção, menor número de ausência, melhor desempenho, isso tudo porque se alimentando direito, o corpo funciona em harmonia, a digestão flui, proporcionando bem estar, e deixando a criança mais disposta a estudar, e evitando problemas futuros, como vimos na exposição.
      Houve um pouco de demora ao nos organizarmos para a entrada ao evento, isso agravou ainda mais a ansiedade de todos, em saber como realmente era a exposição, muitos preocupados que não daria tempo de visitar tudo.
      Mas após a entrada, a visitação durou aproximadamente 40 minutos, percebi a reação de perplexidade ao conhecer melhor como somos por dentro, os nervos, veias, vasos, etc.
      Vi aversão de nojo misturado com medo estampado no rosto de algumas pessoas,  principalmente ao ver órgãos doentes, como câncer, tuberculose, a diferença entre pulmão de um fumante e não fumante, etc.
      Eu também fiquei pasma ao ver toda a exposição, sendo o que chamou mais minha atenção foi a parte reprodutora feminina, onde deu para ver o feto dentro do útero. Também vi o embrião e seu desenvolvimento até tornar-se feto.

 O relatório deverá conter também sugestões de como a sua escola pode se organizar para desenvolver a consciência da necessidade de uma  vida saudável .

      Para isto é preciso conhecer a realidade alimentar da sociedade escolar, convidando os pais para que possam dar sua contribuição. Segue alguns intens  importantes para esta conscientização, tais como:

- Levantar problemas sobre o desperdício de alimentos;

- Formação de hábitos alimentares mais saudáveis, iniciando em casa;

- Conhecer outras realidades sociais;

- Diminuir o desperdício de lanche, tanto o comprado como o oferecido pela escola;

- Chamar profissionais da área alimentar, tais como nutricionistas, para falar da importância dos alimentos e suas funções.


     Pesquisa que demonstre conceito/características, sintomas, diagnósticos e tratamento      das principais  doenças neurológicas que afetam o rendimento escolar:

        Dor de cabeça (cefaléia e enxaqueca) Uma dor de cabeça se caracteriza por uma dor pulsátil, palpitante, como pancadas de um martelo em um ou ambos os lados da cabeça. Muitas vezes a dor é tão forte que pode provocar enjôos, tonturas e vômitos, queda de pressão, incômodos estomacais e inclusive sensibilidade a ruídos, cheiros e à luz.  Causas mais comuns a esta dor, principalmente na fase escolar:

1- Falta de sono. ( Dormir pouco)
2- Alimentação desequilibrada (muito açúcar, guloseimas, chocolate, massas, gorduras, etc.).
3- Alterações hormonais.
4- Desidratação.
5- Estresse, cansaço e fadiga.
6- Uso exagerado de aparelhos como a televisão, o computador e aparelhos sonoros. 
7- Ansiedade.
8- Problemas de vista. 
      O primeiro passo do médico para o diagnóstico da enxaqueca é obter um histórico completo da cefaléia.
      Depois do histórico, o médico pode realizar exame físico, avaliação neurológica e solicitar exames complementares.
      Uma grande variedade de medicamentos tem sido desenvolvida para o tratamento da enxaqueca. Além disto, existem medicamentos comumente usados para tratar outras doenças e que também ajudam a aliviar ou a prevenir a enxaqueca, muitos médicos optam pelo tratamento preventivo, ou seja quando o paciente já está melhor, ainda assim é recomendado a continuação do medicamento.
        Epilepsias, desmaios, perda de memória, alterações  da fala e do comportamento; Considera-se como sendo uma disfunção temporária de um grupo de células do cérebro que se manifesta por descargas excessivas e anormais. Sabe-se que as células do cérebro devem funcionar como uma orquestra, mantendo uma harmonia funcional.
         Essa disfunção celular desencadeia o desafinar dessa orquestra cerebral, provocando um grande desconforto. O quadro pode se apresentar com manifestações motoras, alterações do comportamento, da percepção, da emoção e da consciência.
         São crises breves de perda da consciência, de curta duração, 10-20 segundos, por vezes associada a movimentos da face, olhos e parece que a pessoa está distraída. Essas manifestações aparecem várias vezes ao dia. E mais freqüente no sexo feminino e na idade escolar.
         O tratamento é feito com medicamentos específicos e, para isso, existem vários disponíveis no mercado. As estatísticas mostram, que a maioria dos pacientes apresentam cura completa com o tratamento clínico e após um determinado período de tratamento o medicamento poderá ser dispensado.
        Depressão, ansiedade, pânico, fobias, Transtorno bipolar. O Transtorno Depressivo Infantil é um transtorno do humor capaz de comprometer o desenvolvimento da criança ou do adolescente e interferir com seu processo de maturidade psicológica e social. São diferentes as manifestações da depressão infantil e dos adultos, possivelmente devido ao processo de desenvolvimento que existem na infância e adolescência.
         A depressão na criança e/ou adolescente pode ter início com perda de interesse pelas atividades que habitualmente eram interessantes, manifestando-se como uma espécie de aborrecimento constante diante dos jogos, brincadeiras, esportes, sair com os amigos, etc, além de apatia, adinamia e redução significativa da atividade. Às vezes pode haver tristeza.
      O médico, o psicólogo, pais e professores estarão envolvidos nesse processo. Deve-se buscar tantas informações quantas forem necessárias, pois somadas, em muito ajudarão aos profissionais a realizar uma intervenção mais eficiente. Conhecer as amizades da criança, seus gostos e desejos, suas críticas, fantasias é obrigação de todos os que intervêm nessa criança. Pedir a colaboração dos pais e professor é fundamental.
      O tratamento da depressão deve estar baseado em dois pilares: o medicamentoso e a psicoterapia. Esta última é imprescindível, pois em muitas depressões leves a psicoterapia é suficiente para curá-la. Em depressões mais graves, devemos associar o tratamento medicamentoso com o psicoterápico.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

MEMORIAL DAS APRESENTAÇÕES SOBRE OS PSICÓLOGOS FEITAS EM SALA DE AULA 26/03/2011




SKINNER – Escritor, fez pós em psicologia, seguia linha do Behaviorismo. Seus estudos eram voltados para o seguimento de Estímulo – Resposta, ou seja o Condicionamento Operante.
Reforço é consequência de uma ação, Ex: Uma pessoa toma remédio para não sentir dor.

PIAGET – Fez doutorado em Biologia aos 22 anos, suas pesquisas foram em cima de seus próprios filhos, através da observação chegou a conclusão que a evolução vai do nascer até a adolescência, onde estabiliza.
Segundo Piaget, o ser humano só evolui quando a fase anterior é bem aproveitada.
Piaget, descobre que crianças não raciocinam como os adultos,então, cria teorias para que adultos tratem as ciranças como crianças e não de igual para igual.

FREUD – O “Pai da Psicanálise”, assim conhecido por tratar doenças mentais. Trabalhava no Hospital em Viena na Áustria, atendendo jovens senhoras portadoras de problemas neurológicos, tratando-as com hipnose, massagens, terapias, etc, mas obteve grande resultado com interpretações dos sonhos.
Responsabilizava a sociedade, por reprimir discussões como sexualidade, porém a partir daí abre caminho para que outros psicólogos sigam a mesma linha de pesquisa. Faleceu aos 83 anos com câncer na mandíbula.

WALLON - Reprimia a reprovação, pois era sinônimo de rejeitar a criança dentro da Escola, ou seja “A negação do Ensino”.
Foi o primeiro a considerar as emoções das crianças na sala de aula.
Fundamentou suas ideias na Afetividade, Movimento, Inteligência e a Formação do “Eu” como pessoa.

VIGOTSKY - Construiu sua teoria tendo por base o desenvolvimento do indivíduo como resultado de um processo sócio-histórico, enfatizando o papel da linguagem e da aprendizagem nesse desenvolvimento, sendo essa teoria considerada histórico-social, sua teoria também baseava-se que um precisa do outro para se desenvolver.

quinta-feira, 24 de março de 2011

RELATO DOS DOCUMENTÁRIOS


O que é infância? Como deve ser vivida? De que forma pode ser feliz? Quais são as histórias da infância de cada um deles? O que foi inesquecível (pontos positivos e negativos)?

Infância é uma fase de descobertas, onde inicia-se a formação de um cidadão, devendo ser acima de tudo respeitada, a infância é um período onde o ser humano desenvolve-se psicologicamente, envolvendo mudanças constantes e graduais, no comportamento da pessoa e na aquisição das bases de sua personalidade.
Devendo ser vivida com tranquilidade, que proporcione segurança e garanta todos os direitos de ser criança.
A criança pode e deve ser feliz, obtendo carinho da família, tendo condições básicas de vida, ter direito à estudar e brincar, ter toda uma estrutura que proporcione seus direitos.

Em relação aos filmes, todos apresentam histórias totalmente desconexas, do que deve ser a infância, no primeiro documentário, a história gira em torno da cultura cigana, onde a figura do pai, obrigava o filho a roubar para o sustento da família, e mesmo tendo liberdade após passar pelo reformatório ele comete infração novamente para poder voltar a instituição, onde a mesma cumprindo seu papel de corrigir e proteger, o acolhe tal acolhida que ele não encontrava na família.
Já o segundo documentário trata de uma família americana, portadora do vírus HIV, onde a criança frequenta a escola, e é zombada por seus colegas por ser soro positivo, ela sem ter certeza chega em casa e se depara com seus pais se drogando, e comentando sobre a doença, onde a criança passa a ter certeza dos comentários, e então como “solução”, os pais, levam a filha num grupo, onde, ela possa se sentir acolhida com pessoas passam pela mesma situação.
Já o último filme, se passa no Brasil, com duas crianças que trabalham com reciclagem de materiais, e são exploradas pelos compradores dos produtos, que descontam avarias dos materiais, e se aproveitam do trabalho barato das crianças.
O que elas queriam era ganhar seu próprio dinheirinho para comprar uma comida diferente, ou ajudar em casa.
Ou seja todas as histórias mostram uma infância “abandonada”, sem a preocupação da família e autoridades competentes, um total desprezo pelas crianças que procuram viver sozinha, tentando satisfazer suas necessidades de alguma forma. Uma desestrutura familiar sem tamanho.
Não observei pontos positivos, nem mesmo as “saídas” apontadas para cada caso, porém um ponto marcante dentre todos os documentários, foi quando a menina americana, chega em casa e vê seus pais se drogando, e um culpando o outro por passar o vírus HIV para a filha.


MEMORIAL DO VIDEO SOBRE FILTRO SOLAR



O vídeo fala sobre uma pessoa que aprendeu tarde demais sobre o uso do filtro solar, ou seja somente quando foi visto diante de uma doença de pele, que foi um marco a ser superado em sua vida, que refletiu sobre, o que realmente vale a pena na vida, mesquinharias ou simplesmente ser feliz e se cuidar.
O video foi feito na década de 90 e comparado com o dia de hoje, da mesma maneira com que entre a década passada e esta também mudou o contexto da sociedade e do mundo, porém se pararmos para pensar, a vida é feita de pequenos momentos que depende simplesmente de cada um fazê-lo bom e feliz ou não, ou seja os motivos que podem fazer feliz uma pessoa são os mesmos ontem, hoje e sempre, independente da década.